Encontro com Gestores de Negócios discute empreendedorismo

Evento foi realizado na Faculdade de Americana reuniu empresários da RMC

A FAM - Faculdade de Americana realizou na última quarta-feira, dia 25 de março, a terceira edição do Encontro com Gestores de Negócios. O evento teve como objetivo reunir empresários e gestores de RH das principais empresas da Região Metropolitana de Campinas para a discussão de temas do cotidiano.No total, o encontro reuniu 30 empreendedores.

Nesta edição, o palestrante convidado foi o professor da FAM Robson Almeida, administrador de empresas e mestre em engenharia de produção. Com o tema “Empreendedorismo em tempos de crise”, o palestrante apresentou os principais desafios do setor.

Com a estagnação da política econômica nacional em 2015, o empreendedorismo ou o intraempreededorismo, para aqueles que atuam como colaboradores, pode consolidar o empreendedor no mercado de trabalho.

De acordo com Robson Almeida, com as condições econômicas adversas, a cautela deve ser uma das características do empreendedor. “Não somente neste momento, mas sempre, pois empreender exige-se muito trabalho preliminar, planejamento, levantamento de informações, experimento, análise e lançamento. Neste momento é mais complexo, pois todo o mercado está retraído por muitos motivos e variáveis”, disse.

No Brasil, os números da pesquisa Empreendedorismo no Brasil 2013, realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor(GEM), em parceria com o Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBPQ) e o Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas (FGV), com o apoio do Sebrae, mostrou que 40 milhões de brasileiros estão empreendendo. O Brasil ocupa a quarta posição no ranking em número absoluto de empreendedores, atrás da China, Índia e Nigéria.

O palestrante lembrou ainda que o empreendedorismo pode ser uma saída para a volta do crescimento econômico. Para ele é necessário ações direcionadas pelo Governo Federal. “Reinventar os fundos públicos de risco (subvenção e outros) para distribuir pequenos investimentos; Organizar as incubadoras para integrar as empresas incubadas, startups locais e experientes empreendedores locais; reduzir as barreiras para a criação de startups e simplificar os códigos fiscais e sistemas de pagamento podem colaborar para melhorar o sistema”, afirmou.

Durante a palestra, o empreendedorismo no mundo corporativo também foi lembrado. Em situações de crise, o intraempreendedor, nome dado aos empreendedores internos de uma empresa, pode encontrar novas soluções e alcançar cargos melhores na corporação. “Dentro das empresas também existe o empreendedorismo, para isso, é necessário desenvolver uma visão diferenciada do profissional, ou seja, ele precisa enxergar a empresa como se fosse sua, pensar e agir estrategicamente, visando oportunidades, ameaças, forças e fraquezas dos processos internos em relação aos resultados esperados de cada um. Neste aspecto a visão holística e sistêmica da empresa e do mercado se torna imprescindível, pois a necessidade de prover soluções às necessidades constantes dos clientes é um processo dinâmico”, lembrou.

A empresária Jacqueline Dias aprovou o tema. “Uma palestra muito instrutiva. Valeu a pena ter vindo, agora é repassar os novos conhecimentos ao pessoal da empresa”, disse.

Para o empresário do setor de vendas de veículos, Sebastião Caetano, essa foi uma oportunidade de crescimento pessoal. “Com o contexto que vivemos atualmente é necessário estar atento às novidades do mundo do empreendedor”, afirmou.

Para Eryvelton Baldin, gerente comercial e marketing FAM, eventos como este colaboram para o crescimento da região. “Para nós da Faculdade de Americana essa é uma oportunidade para aumentar o relacionamento e fomentar os negócios entre os empresários da cidade”, afirmou.

A FAM pretende realizar mais uma edição do Encontro com Gestores de Negócio no segundo semestre de 2015.

Encontro com Gestores de Negócios


Deixe o seu comentário